Pessoas com deficiência:

Fomentar políticas de incentivo à qualificação profissional e fiscalizar o cumprimento de leis de equiparação social;

Criar campanhas de conscientização, inclusão e acessibilidade nas escolas, empresas e órgãos públicos;

Diminuir as diversas barreiras que afetam a vida e o acesso de pessoas com deficiência;

Criar cursos de capacitação para servidores públicos e autoridades para o cumprimento da Lei de Inclusão.


Educação:

Criar políticas públicas que diminuam a evasão escolar como programas esportivos e culturais;

Instituir educação ambiental e a coleta seletiva nas escolas;

Buscar mais investimentos e ampliar as escolas em tempo integral;

Garantir emendas para que todas as regiões do Estado tenham bibliotecas públicas, incluindo a recuperação da Biblioteca Pública de Goiânia;

Implantar serviço eficaz de psicologia na rede estadual;

Incentivar programas de qualificação continuada de professores e servidores da educação por meio da criação de uma rede de cursos profissionalizantes e especializados;

Buscar investimentos e parcerias em obras estruturais nas escolas e universidades.


Saúde:

Ampliar serviços especializados no atendimento exclusivo à mulher, e atenção específica para as mulheres com deficiência;

Criar alas e núcleos para atendimento especializado e multidisciplinar de mulheres vítimas de violência e queimados;

Aumentar o número de profissionais disponíveis nos hospitais de alta e média complexidade;

Estabelecer piso salarial dos fisioterapeutas;

Ampliar serviço de assistência social da OVG no interior de Goiás;

Reforçar o acesso aos hospitais para pessoas com deficiência;

Garantir a distribuição de medicamentos na rede pública de saúde para pacientes de baixa renda.


Defesa da Mulher:

Ampliação e reestruturação do DEAM (Delegacias Especializadas de Atendimento à Mulher);

Instrumentalizar políticas públicas na defesa da mulher contra todo o tipo de violência;

Implementar núcleos reflexivos regionais para a recuperação social e emocional de homens agressores;

Criação da Rede de Proteção à Mulher;

Garantir o cumprimento rigoroso da Lei Maria da Penha.


Cultura:

Apoiar e incentivar movimentos culturais e artísticos em várias áreas: artesanato, artes plásticas, dança, gastronomia, música e outras manifestações;

Propor debates e fóruns que possam fortalecer a cultura goiana;

Fortalecer ações nas escolas e órgãos públicos sobre a importância da preservação do patrimônio material e imaterial, pois um povo sem cultura é um povo sem identidade;


Turismo:

Criar de um novo Plano Estadual de Turismo;

Propor a criação de um Fundo Estadual de Turismo;

Apresentar proposta de lei para realização de concurso público na área e estabelecer um quadro de servidores efetivos para o turismo

Fomentar a pesquisa turística;

Criar agência de administração e gestão dos parques e unidades de conservação com autonomia financeira para preservar, manter e reestruturá-los;

Criar um novo modelo de gestão e aproveitamento das unidades de conservação para uso público;

Preservar o patrimônio ambiental natural, gerando conhecimento e promovendo a sustentabilidade dos recursos naturais para as atuais e futuras gerações.